Perícia contábil: conheça mais sobre essa área da contabilidade

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

O segmento de contabilidade oferece muitas chances de trabalho para os que têm curso superior na área. Uma prova disso é o segmento de perícia contábil, em que os profissionais com elevado conhecimento são capazes de ajudar em várias demandas.

À medida que um contador se mostra qualificado para prestar bons serviços, maiores são as chances de ele ser chamado para trabalhar em uma perícia. Além de ser um reconhecimento profissional, essa iniciativa é importante para aumentar a renda e investir em capacitações para melhorar a qualidade dos serviços.

Neste post, vamos destacar diversos fatores relacionados ao trabalho do perito contábil. A intenção é que você conheça como funciona essa atividade e veja como ela pode ser relevante para o seu futuro na carreira. Confira!

Saiba o que é perícia contábil

Esse segmento consiste em ações nas quais um contador deve verificar a veracidade de algumas informações. É uma atividade muito comum no Poder Judiciário, em que alguns processos pedem a conferência de dados contábeis para ajudar o juiz a tomar a melhor decisão em um litígio.

É fundamental que o perito tenha muita atenção para a coleta de dados. Por isso, apenas podem prestar esse serviço os que estão registrados no Conselho Regional de Contabilidade (CRC).

Entenda as diferenças entre auditoria e perícia contábil

O trabalho do auditor abrange a necessidade de analisar, de maneira bastante cuidadosa, as ações feitas por uma empresa. O foco é verificar se ela está de acordo com a legislação governamental e as regras estabelecidas pela própria companhia.

Há duas modalidades de auditoria (interna e externa). Na primeira, um empregado da própria instituição verifica os procedimentos de controle interno. Na segunda, é contratado um parceiro externo para avaliar as demonstrações contábeis e apresentar um parecer apontando as ações corretas e o que deve ser corrigido.

A perícia contábil abrange a coleta de provas físicas e jurídicas para ter uma noção de como a contabilidade da empresa está no momento. Esse trabalho tem um cunho mais investigativo, além de exigir capacidade de análise.

O perito contábil é obrigado a emitir laudos, com base em normas técnicas definidas, para fundamentar os trabalhos.

Conheça as áreas de atuação do profissional da área

Se você está interessado em atuar na perícia contábil, saiba que é possível participar de diversas modalidades de demanda. Para ajudá-lo a compreender melhor esse setor, vamos apresentar algumas áreas de atuação do perito. Acompanhe!

Perícia Criminal

Somente podem trabalhar nesse segmento os aprovados em concurso público. Os contadores prestam serviço à polícia e ao Estado.

O perito contábil criminal, junto da Justiça, executa ações muito relevantes para que um inquérito seja concluído. Esse trabalho tem um grande peso em uma decisão judicial.

O trabalho da perícia é essencial para constatar se um acusado é inocente ou culpado por um crime julgado pelo Poder Judiciário. Por isso, é imprescindível que haja um foco na melhoria contínua por meio de treinamentos e especializações.

Perícia Judicial

Quem atua nessa modalidade deve prestar assistência ao magistrado (juiz), para que haja uma análise correta de uma prova em um processo judicial. Por isso, ela exige um alto conhecimento em contabilidade.

O juiz nomeia um perito contábil que será responsável pela investigação e emissão de um laudo que ajudará o magistrado a tomar a melhor decisão relativa ao processo. Isso faz com que esse cargo deva ser ocupado por profissionais altamente qualificados e experientes.

Na área judicial, a perícia contábil pode ser utilizada em diversas situações, como:

  • levantar perdas e danos diversos;

  • revisar encargos financeiros contra bancos;

  • prestar contas.

Na Justiça Estadual, as demandas relacionadas ao trabalho de um perito contábil envolvem diversos segmentos, como:

  • alimentação;

  • contratos de várias modalidades;

  • patrimônio;

  • relações comerciais.

Perícia Extrajudicial

Nesse segmento, o contador presta serviços a pessoas físicas, empresas e escritórios de advocacia. Os trabalhos englobam, normalmente, uma investigação para constatar uma eventual fraude financeira.

Essa perícia contábil não tem a tutela da Justiça, sendo realizada em resolução de demandas que abrangem perdas e danos ou dissolução de sociedade, por exemplo.

O trabalho consiste em várias análises, cujo objetivo é pesquisar e examinar extratos, documentos e transações financeiras. Assim, é possível emitir um laudo para finalizar uma investigação.

Perícia Arbitral

Tem como responsabilidade resolver demandas que atingem direitos patrimoniais disponíveis. Essa perícia visa fazer com que as partes do processo estipulem as regras que serão adotadas na arbitragem.

Na resolução dessas pendências, também são adotados laudos técnicos periciais utilizados em outras formas de perícia, como a extrajudicial e a judicial.

Fique informado sobre o mercado de trabalho

A perícia contábil oferece muitas chances de trabalho tanto na administração pública quanto nas empresas. Outro aspecto interessante é que o perito pode receber uma boa remuneração, pois exercita uma atividade complexa que exige muita atenção e disciplina.

A justiça brasileira requisita bastante os peritos para participar de processos na busca de provas. Esses profissionais são remunerados por meio de honorários. Na iniciativa privada, é possível trabalhar como consultor e autônomo.

Veja o que é necessário para ser perito contábil

Antes de entrar no segmento da perícia, é preciso concluir o curso superior de Ciências Contábeis, que pode ser concluído em 10 semestres. Outra exigência é conquistar o registro no Exame de Suficiência, aplicado todos os anos. Apenas são aprovados os que acertarem, no mínimo, 50% das questões da prova objetiva.

Se você deseja ser um contador de sucesso, é válido sempre buscar a atualização profissional. Isso pode ser feito por meio da participação em eventos (palestras, seminários, workshops etc). Também é indicado investir em cursos de capacitação, como MBA, pós-graduação, mestrado e doutorado.

O profissional deve sempre estar atento às atualizações das Normas Brasileiras de Contabilidade. Essa medida é essencial para conhecer as melhores práticas para trabalhar no segmento. A postura ética é mais um fator relevante para exercer a carreira de forma correta.

Além disso, o contador precisa contar com uma boa rede de contatos para aumentar as chances de participar de processos seletivos em empresas privadas ou ser indicado para atuar como perito pelo Poder Judiciário.

Na Faculdade de Rondônia (FARO), os alunos da graduação de Ciências Contábeis recebem o apoio necessário para exercerem, no futuro, a perícia contábil com competência e responsabilidade.

Se você quer mais informações sobre como desempenhar a carreira de contador, entre em contato conosco. Estamos à disposição para ajudá-lo a ser um ótimo profissional!

 

Quer receber conteúdos que vão te ajudar na escolha da carreira?

Cadastre-se e receba por e-mail conteúdos exclusivos e em primeira mão!

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter