Carreiras no Direito: 9 opções de profissões além de advogado

carreiras no Direito

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

A graduação em Direito é bastante procurada pelos jovens, porque quem se forma na área tem muitas oportunidades de emprego. É comum alguns alunos considerarem que a advocacia não é o trabalho perfeito para conciliar qualidade de vida com reconhecimento profissional. Mesmo assim, isso não é motivo para você desistir de concluir a graduação e conquistar o tão sonhado título de bacharel.

Neste post, destacaremos 9 carreiras no Direito que podem proporcionar satisfação pessoal e uma vida financeira tranquila. Também mostremos a necessidade de optar por uma faculdade avaliada positivamente pelo mercado. Confira!

Conheça 9 opções de trabalho para formados em Direito

Se você não quer exercer a advocacia, a recomendação é conhecer 9 carreiras no Direito que podem ser interessantes futuramente. Acompanhe!

1. Procurador

O profissional é responsável por defender os interesses do município, do Estado ou da União. Ele participa de ações judiciais relacionadas às competências de uma prefeitura, governo estadual ou governo federal. A remuneração dos procuradores varia de acordo com a região do país ou o orçamento do órgão.

Em prefeituras, o salário inicial pode ficar em R$ 7,5 mil. Nos estados, os ganhos podem ser superiores a R$ 20 mil. Na União, o procurador pode receber mais de R$ 25 mil. O procurador pode ser um funcionário concursado ou escolhido pelo governante para exercer um cargo em comissão (função de confiança).

2. Promotor de Justiça

É um membro do Ministério Público Estadual e tem como atribuição proteger os interesses da sociedade. Ele é responsável pela investigação de diversos crimes, como desvio de recursos públicos. Também atua para que os Direitos Humanos sejam plenamente exercidos pelos cidadãos.

Para exercer esse cargo, é necessária aprovação em concurso público de provas e de títulos, além de experiência anterior na área jurídica e inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A remuneração inicial é, em média, maior que R$ 20 mil.

3. Defensor público

Há defensorias públicas dos estados e da União. Nelas, o profissional tem como missão defender os que não apresentam condições financeiras de pagar por um advogado. O salário inicial de um defensor público pode ser maior que R$ 25 mil.

Essa função é exercida apenas por concursados. O processo seletivo envolve provas e apresentação de títulos. Também é necessário o diploma em Direito, inscrição na OAB e experiência de, no mínimo, 3 anos com atividades jurídicas.

4. Juiz

É uma das carreiras no Direito mais cobiçadas. O juiz pode atuar em nível estadual e federal e deve fazer a análise e o julgamento de processos que envolvem cidadãos, organizações e agentes públicos.

Para quem deseja ocupar essa função, é interessante estudar muito, porque o concurso é composto por provas e títulos e apresenta um conteúdo programático bastante amplo, o que exige muita dedicação dos candidatos.

Também é necessário ser bacharel em Direito e ter a experiência profissional exigida no edital. No começo da carreira, os juízes podem ganhar uma remuneração superior a R$ 28 mil. Sem dúvida, isso é um aspecto que atrai muitos candidatos para disputar os processos seletivos.

5. Desembargador

Ao contrário de outras funções no Judiciário, os desembargadores não entram por concurso público. Eles são escolhidos pelo governador ou presidente da República após o recebimento de uma lista de nomes formulada pela OAB ou pelo Ministério Público.

Para exercer esse cargo, é necessário ter, pelo menos, 10 anos de experiência em Direito. O salário inicial é superior a R$ 30 mil. Há também as bonificações que contribuem para elevar a remuneração.

6. Delegado

O delegado da Polícia Civil é uma das carreiras no Direito mais concorridas. É recomendado ter um alto nível de conhecimento em Direito Penal, porque os trabalhos abrangem a investigação de crimes.

Somente ocupam essa função os aprovados em concurso público que são bacharéis em Direito e têm, no mínimo, 3 anos de experiência profissional na área. É um processo seletivo bastante concorrido e exige muita disciplina para obter a aprovação. Dependendo da região do Brasil, o salário inicial supera R$ 15 mil.

7. Advogado da União

Esse profissional tem como função assessorar judicialmente os órgãos federais. Esse cargo pode ser exercido por aprovados em concurso público de provas e títulos.

Também é necessário ser bacharel em Direito, ter inscrição na OAB e comprovar experiência profissional na área jurídica por, pelo menos, 2 anos. A remuneração inicial é maior que R$ 17 mil, o que tem chamado bastante a atenção de muitos concurseiros.

8. Delegado da Polícia Federal

Essa é uma das carreiras no Direito com mais projeção nos últimos anos por causa da Operação Lava Jato. O cargo tem como atribuições a investigação e a efetivação de medidas de segurança, além do planejamento e execução de atividades sigilosas.

É necessário participar de um concurso público com diversas etapas para ser delegado da Polícia Federal. Apenas podem disputá-lo os formados em Direito. O salário inicial ultrapassa R$ 17 mil.

 9. Direito do entretenimento

Faz parte das carreiras no Direito mais promissoras e atraentes para os novos profissionais. O trabalho tem como foco regulamentar grandes eventos (festivais, shows etc.). Além disso, é necessário elaborar licenças e contratos de artistas para participar dessas atividades. Outra atribuição é atuar no segmento de direitos autorais e liberdade de expressão, o que exige muita responsabilidade.

Por não ter muitos profissionais no Brasil, é uma área que pode absorver com mais facilidade os recém-formados. Em um cenário de escassez de vagas no mercado de trabalho, o Direito do entretenimento pode ser uma boa alternativa. No começo de carreira, o salário pode superar R$ 10 mil.

Atente à escolha da faculdade

Antes de iniciar o curso de Direito, verifique se a instituição de nível superior tem avaliações positivas do Ministério da Educação (MEC) e dos estudantes. Também é indicado conhecer a infraestrutura e buscar informações sobre o corpo docente.

A Faculdade de Rondônia (FARO) prioriza a formação de profissionais que possam suprir as demandas do mercado com serviços de alta qualidade. A dica é investir em uma instituição que prepare os estudantes para exercer as carreiras no Direito com mestria. 

Se você quer ficar informado sobre as tendências em diversas profissões, assine a nossa newsletter agora mesmo! Conhecimento é o melhor caminho para atingir bons resultados!

Quer receber conteúdos que vão te ajudar na escolha da carreira?

Cadastre-se e receba por e-mail conteúdos exclusivos e em primeira mão!

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter